Negócios - Outros

55 Segundos sobre iniciativas para apoio às startups e pequenos negócios

Diversos estudos e pesquisas estão sendo realizados a fim de entender o impacto, até agora, da COVID-19 em relação aos pequenos negócios e startups. Ainda são incertas as projeções e novas realidades vem sendo atualizadas diariamente.

Medidas para apoiar esses empresários foram tomadas recentemente. Na Europa, mais de 4000 startups de 45 países aplicaram para fundo de 164 milhões de euros do European Innovation Council. O foco do edital (que estava aberto quando a crise começou) se voltou para o COVID-19 e rapidamente reuniu mais de mil aplicantes com soluções diversas para lidar com a atual crise. Em maio saberemos quais startups foram beneficiadas.

Nos EUA, o Estado de Connecticut elaborou programas e iniciativas de apoio as startups e PME’s, como o Connecticut Recovery Bridge Loan Program – As organizações qualificadas podem solicitar empréstimos com juros zero de até US $ 75.000 ou três meses de despesas operacionais (o que for menor). Esse programa de empréstimo de emergência de curto prazo, no valor de US $ 50 milhões, será alocado por ordem de chegada. Além disso, a SBA (U.S Small Business Administration) lançou em sua pagina opções de auxílios temporários do Governo para alivio de pequenos negócios e startups, como adiantamento de até US $ 10.000 em empréstimos para desastres por lesões econômicas.

Apesar de todo contexto delicado, muitas startups saem na frente, com vantagens comparadas às empresas convencionais, por sua facilidade de adaptação e agilidade nas tomadas de decisão. Tivemos a chance de comprovar essas vantagens pela experiência no programa Hub55 Startups Dive: as startups que souberam flexibilizar suas ações, conseguiram contornar as mudanças e agarrar as oportunidades do mercado, independente do seu setor e período econômico.

Sabemos que as grandes ideias surgem nas situações mais críticas e as startups que são fundamentadas pela inovação e enxergam o timing para reinventar e abranger suas soluções, podem aproveitar de diversas iniciativas disponíveis em tempos de crise. Abaixo, colocamos links de alguns de parceiros no Brasil e também de outras entidades, que se movimentaram para apoiar startups a atravessar a crise e crescer com ela: