Outros

As primeiras parcerias do Programa Startup Dive já estão surgindo.

A Shopper UM e a IMedical estão completando 2 meses em sua experiência de imersão no mercado de negócios norte-americano. Com uma perspectiva cada vez mais otimista, ambas as empresas aproveitam cada palestra, workshop e possibilidade de networking para apresentar seu negócio para possíveis parceiros.

Uma parceria que já vem se desenvolvendo é entre a brasileira Shopper Um e a norte-americana SphereGen, uma empresa da região de New Haven premiada pela comunidade de negócios por inovar na área de realidade aumentada e realidade virtual. Essa relação de negócios poderá gerar oportunidades em três frentes diferentes. A primeira é o networking e a indicação para negócios. A segunda envolve a possibilidade de representação no Brasil dos serviços oferecidos pela SphereGen, sinalizando a importância do know-how que a empresa Shopper UM já possui, tanto no setor de atuação como no conhecimento do mercado brasileiro. O terceiro e último ponto é a disposição da empresa americana de contribuir com sua tecnologia open source, possivelmente substituindo a tecnologia que a Shopper UM utiliza atualmente.

Já referente a Imedical, a primeira parceria começou a se concretizar já no mês de janeiro, quando a startup brasileira teve o seu primeiro contato com o consultor Thomas Wilson, no evento UCONN Healthcare Innovation & Investment Series Event. Tom Wilson é ex-vice-presidente da Spine Wave e possui muita experiência no mercado americano de ortopedia. Desde 2018 possui uma consultoria chamada TGW Consulting, voltada para a área de Medical Devices, empresa a qual a IMedical se tornou parceira. O contrato de Business Cooperation Agreement entre ambas as empresas tem como principal objetivo acelerar a busca e identificação de investidores e parceiros em potencial ao projeto US, que envolve a criação de uma planta fabril para implantes ortopédicos biocompatíveis e bioabsorvíveis para face e crânio em titânio, polímeros e cerâmica por manufatura aditiva e impressão 3D. É importante ressaltar que todo o material legal está sendo elaborado também em parceria com a empresa BNZ Advisors de NYC. Além disso, a startup IMedical está conversando com a UCONN-BioCT (University of Connecticut) sobre uma possível parceria e suporte para outros projetos da empresa.

Para completar, as empresas brasileiras participante do Startup Dive, a IMedical e a Shopper UM, estão trabalhando atualmente também na elaboração de um Business Plan, com o objetivo de conversar melhor com o governo de Connecticut, tendo neste documento o ponto de partida das negociações de um possível apoio financeiro do estado norte-americano.

Essas conquistas são apenas o início de todas as oportunidades que irão aparecer para as participantes da 1ª edição do HUB55 Startup Dive. Ainda tem muita coisa para acontecer, pois restam dois meses de imersão ao mercado norte-americano com uma programação recheada de eventos, palestras, workshops, visitas, consultorias e muito mais. Então se quiser ficar por dentro dessa imersão, fique atento e acompanhe as redes sociais e o blog do HUB55.