Outros

Internacionalizar vale o risco?

Tá aí uma pergunta interessante para quem empreende e faz parte do mundo dos negócios, e que não pode ficar sem resposta. Vale a pena ou não assumir o risco de internacionalizar uma empresa?

Bom, antes de mais nada, quando o assunto da internacionalização começa a surgir no dia a dia do empresário como algo a se considerar, facilmente dá para perceber que esse movimento apresenta muitos riscos. É óbvio que entrar em um mercado “desconhecido”, expandir um negócio para outro país, com hábitos de consumo tão diferentes e tão exigentes é algo que tende a assustar, mas apesar disso, a internacionalização pode ser uma oportunidade de testar a qualidade do serviço ou produto, de aprender com novos consumidores e fazer com que o negócio se transforme em algo ainda melhor.

Para isso, ter clareza na decisão e no objetivo é fundamental para avaliar a necessidade ou a relevância de internacionalizar, além de ser uma maneira de contabilizar os prós e os contras desse novo passo. É importante também analisar a atual situação do negócio e se o momento é propício para entrar no ambiente de negócio desejado.

Outro ponto positivo que deve ser levado em consideração na internacionalização é justamente o potencial de retorno que isso pode trazer para a competitividade e a sustentabilidade da empresa. Entre eles está o acesso a novas tecnologias, a busca pelo crescimento contínuo do negócio, com a possibilidade de ampliar a estrutura física e tecnológica para poder atender mais clientes e melhor, criar novos produtos para atingir um novo público, abrir novas unidades, aumentar a produtividade, e infinitas outras possibilidades. Além de expandir as suas atividades e negócios a fim de explorar o novo mercado de diversas formas.

Para finalizar, um outro argumento positivo em favor da internacionalização é a chance de diversificar os riscos e as vantagens do negócio, tendo como aliado uma forma de reduzir os custos e os impactos negativos que a sazonalidade pode proporcionar para os resultados do negócio, mas claro que isso varia de setor para setor.

Agora que esclarecemos vários aspectos da internacionalização, a gente quer saber a sua opinião. Você acha que internacionalizar vale o risco?