Negócios

Nova Inglaterra: ambiente propício à inovação em health care

O número recorde, registrado em 2018, de patentes concedidas pelo Escritório de Marcas e Patentes dos EUA a residentes de Connecticut sinaliza que ali novas tecnologias têm espaço e oportunidade de nascerem, crescerem e atingirem o mercado.

Health care e biotech são setores de destaque, que se beneficiam diretamente dos recursos abundantes oferecidos por Connecticut, bem como por toda região da Nova Inglaterra nos Estados Unidos: importantes universidades de pesquisa (Yale, MIT, Harvard, NYU), instituições de pesquisa biomédica de classe mundial, provedores de serviços de saúde de primeira linha, seguradoras de saúde ricas em dados e empresas líderes em dispositivos farmacêuticos e médicos.

Startups e novos empreendimentos – locais ou internacionais – encontram ali, além de ambiente propício à inovação, opções de financiamento para levar seu produto ao mercado. Concursos como VENTURE CLASH (com inscrições abertas até 7 de junho) premiam as early stages de destaque em digital health e, dentre as diversas venture capital firms localizadas entre o corredor Nova York e Boston, Connecticut conta com a CONNECTICUT INNOVATIONS – Top 20 venture capital firms dos Estados Unidos! CONNECTICUT INNOVATIONS é especializada em health care, equipamentos médicos e biotecnologia, tendo como papel fornecer às startups: capital, recursos e conhecimento necessários para expandir suas empresas, amadurecer sua tecnologia, estabelecer conformidade com órgãos reguladores e levar seus produtos ao mercado.

A startup brasileira IMedical tem se beneficiado de todo esse ambiente pró-inovação. Em apenas três semanas de vivência em Connecticut, a empresa fechou a primeira parceria e teve inúmeras reuniões executivas com CEOs americanos, providenciadas inclusive pelo governo local que tem colaborado ativamente, fornecendo indicações importantes de potenciais parceiros. A IMedical faz parte do primeiro programa de imersão do Hub55, o STARTUP DIVE, que terá uma segunda edição no segundo semestre de 2019.