Blog HUB55

Se não for pra correr o risco, você não deveria empreender

Ser empreendedor sempre foi sinônimo de correr riscos. Não porque abrir uma nova empresa é sinal de estar entrando em uma armadilha, mas sim porque sair da zona de conforto é um esforço que pode dar muito certo ou muito errado. Não existem garantias nesse universo de inovação. É exatamente por isso que para empreender, antes de qualquer coisa é preciso ter ou desenvolver um perfil empreendedor. Tomadas de decisões rápidas, mudanças de direção que podem afundar o negócio ou alavancar de vez. Empreender é uma eterna e constante aventura.

Por isso é necessário estar preparado para esses altos e baixos. E saber as variantes que podem aumentar ou diminuir os riscos de empreender faz parte do desenvolvimento do negócio e do empresário.

Um dos aspectos mais debatidos por quem abre um negócio é sobre os índices de mortalidade das empresas, que chegam a quase 75% de empresas fechadas até o seu quinto ano de vida. Outros pontos importantes que precisam ser avaliados são a probabilidade de o negócio dar certo ou não, o impacto que o resultado pode ter na sua vida como empreendedor, valorizando ou não os aspectos positivos disso. Há também a incerteza que está sempre presente no momento de empreender e a complexidade existente para abrir um negócio em qualquer lugar do mundo, com a burocracia e tudo mais. As ameaças de um mercado muitas vezes desleal e com concorrências já estabelecidas no setor são outros pontos a se levar em consideração.

É claro que não estamos dizendo que é fácil empreender, pois sabemos que não existe um negócio totalmente seguro e livre de riscos. Assim como Internacionalizar um negócio também não é, mas tá longe de ser um bicho de sete cabeças. Por isso que o HUB55 está aqui, para facilitar e ajudar empresas que estão querendo se desenvolver, dar suporte e consultoria completa para os empresários e assim ajudar na expansão de empresas brasileiras para fora do país e fazer com que todo risco dessa decisão seja calculado. E que de preferência seja um risco calculado para a multiplicação.